História de Alice


Na madrugada 20 de setembro às três horas Alice completamente assustada acordou sentindo um fervor que consumia suas coxas. Abriu as janelas deixando o vento entrar com a neblina. Em seguida o que a fazia sentir tanto calor parou. Olhou para o lado e viu que o copo de uísque ainda estava posto na cabeceira da cama, desceu as escadas para ir até a geladeira pegar umas três pedras de gelo. Pegou as três pedras colocou dentro do copo e subiu as escadas voltando para o quarto. Riscou um fósforo e acendeu seu cigarro, foi quando lembrou da noite de janeiro, nessa hora veio uma rajada de vento que a jogou na cama tirando sua roupa e a deixando completamente nua, os moveis a rodeavam junto com as cortinas e algumas roupas. Por mais espantada que estivesse criou coragem e foi de contra ao vento e fechou as janelas, e tudo o que estava sobrevoando sobre ela caiu. Alice pegou o cigarro que ainda estava acesso no chão e o tragou. Sentou-se cruzando as pernas e sentiu um arrepio imaginando que aquele vento louco que a impediu poderia ser aquele rapaz da noite de janeiro, foi quando Alice caiu por terra e deitou-se no chão e se pos a chorar ao sentir o quão ele a doía...

Por: Thay Lambert

22 Comentários:

Dona Ana 21 de setembro de 2010 16:53  

Belo texto moça, parabéns

Kauê 21 de setembro de 2010 17:26  

é você que escreve isso? se for você escreve muito bem ... pode escrever um livro facilmente, fiquei curioso para ler mais :P

Leandro Marinho 21 de setembro de 2010 18:02  

HAHAHHAHAHA que historia fantastica ;D Sucesso

I'm Lomah 21 de setembro de 2010 18:23  

NOSSA, MUITO MUITO BOM, seguindo desde já seu blog ! curty *--* bjbj

Aripiprazol e Caiçara Parpitero 21 de setembro de 2010 18:31  

O Humor Sulfúrico recomenda!

O ministério da saúde adverte: fumar pode matar ratos e baratas. Legal, aqui em casa tá cheio deles!

http://humorsulfurico.blogspot.com/

Anônimo,  21 de setembro de 2010 18:31  

@Johnsonpato e piralhada cuidado com a FEBEM, vocês não tem idade para estas coisas.

Ronaldo 21 de setembro de 2010 18:54  

Muito bom.. vou passar a ler mais..
;*
"to com pena da Alice..."

Yullia Marizia 21 de setembro de 2010 18:58  

Uau, amei a história. Que bom, um texto novo e diferente de tudo que já tem por aí aos montes. Parabéns pelo blog.
To te seguindo.

Yullia Marizia 21 de setembro de 2010 19:07  

Tu disse q n ta conseguindo seguir o meu. N sei pq não. Ta dizendo o q lá?
Tenta mais uma vez, n desiste não haushaushaushauhsauhs

*May Lopes 21 de setembro de 2010 19:15  

Que o texto eh lindo nem preciso dizer neh?
E quantas vezes também me doeu...bjO

Rotina de um Desconhecido 21 de setembro de 2010 19:29  

Vi sua divulgação no orkut, estou seguindo. Gostei muito dos textos vou acompanhar com certeza, continue com posts assim, belo domínio da escrita! Qualquer hora da uma olhadinha no meu blog. Abraço!

FernandoÐ 21 de setembro de 2010 19:30  

O_O
Texto muito interessante

Estou seguindo o seu blog!
Bjos

http://rotinat-tensa.blogspot.com

kaue 21 de setembro de 2010 19:59  

Intão :P .. o http://www.tablepress.com/ é do wordpress e não blogspot, intão você pode nos seguir no twiter se você quizer, sempre que nós postamos colocamos la =)

@kaueflavia

e voce comento no lugar certo sim :P

Johnson 21 de setembro de 2010 20:01  

Oláááá!

Muito obrigado por seguir!
Estou seguindo aqui com o meu perfil tbm!
Bjos

http://rotina-tensa.blogspot.com

Pankwood 22 de setembro de 2010 03:14  

Arrebatador! O vento despir a menina foi foda kkk...

Seguindo vc!

http://danilodebiazi.blogspot.com

Loverocklive 22 de setembro de 2010 15:43  

Gostei da história, estou lhe seguindo, depois de uma passada no meu blog tamém.

www.loverocklive.com

Camila 22 de setembro de 2010 15:44  

Que lindo seu texto, Thay, adoro esse estilo :)
seguindo

Talitaa 22 de setembro de 2010 17:59  

mt legal seu estilo de escrita
bem ácido...rsrs
parabéns pelo blog
seguindo

www.socloserbaby.blogspot.com
vai láaa

Postar um comentário

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Emporium Digital